Os 7 erros mais estúpidos que as pessoas cometem em videoconferências

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Uma pesquisa da Logmein com mais de 2 mil usuários mostra que o “universo dos sem noção” é bem maior do que pensávamos

dx80-4

Videoconferências são indisputavelmente um dos grandes benefícios que a tecnologia digital trouxe para a vida corporativa. Da economia de tempo à economia de dinheiro, passando pela vantagem de permitir o trabalho de qualquer lugar, inclusive de casa, as vantagens são claras, muito bem documentadas e responsáveis por impulsionar o crescimento do uso da tecnologia entre as empresas.

No entanto, uma pesquisa recente da Logmein com 2 mil entrevistados, mostra que a tecnologia não consegue impedir que alguns usuários “sem noção” façam coisas bem estúpidas quando colocados na frente de uma câmera de computador, no aconchego do lar, para participar de uma reunião de trabalho.

Se você pensou em coisas simples como esquecer de pentear o cabelo ou até de escovar os dentes, pode subir a barra da estupidez em mais alguns pontos.

Dica 1: use roupas! Segundo a pesquisa, 14% dos usuários afirmaram ter usado roupas inadequadas durante a videoconferência, esquecendo algumas peças importantes no meio do caminho ou até todas elas.

Dica 2: câmera não é espelho. Na linha da vaidade, a pesquisa descobriu que 15% dos entrevistados esquecem que há pessoas do outro lado e usam a câmera para admirar o próprio reflexo.

Dica 3: Não cutuque o nariz (ou outras partes do corpo). Sabe aquele hábito de cutucar o nariz em público que ensinamos as crianças pequenas a evitar? Pois é, 9% dos entrevistados esquecem que estão na frente da câmera e partem para a limpeza dos orifícios da face.

Dica 4: não emita nenhum som estranho ou inapropriado. Dez por cento dos entrevistados disseram que já emitiram ruídos humanos inapropriados (e aí sua imaginação pode completar a imagem) durante uma videoconferência.

Dica 5: saia da cama e use a mesa da sala pelo menos. Trabalhar em home office certamente é um conforto, mas não pode ser motivo para não sair da cama. Segundo a pesquisa, 7% dos entrevistados confessou já ter feito videoconferências na cama.

Dica 6: saia do banheiro. O que seria absurdo para muitos, já aconteceu com pelo menos 7% dos entrevistados, que disseram ter usado o banheiro durante a reunião online.

Dica 7: pets não fazem parte da equipe. Segundo a pesquisa da Logmein, 12% dos entrevistados disseram deixar seus animais de estimação circulando em frente à câmera durante a videoconferência.

A pesquisa da Logmein, dona da plataforma de videconferência join.me, ouviu 2 mil entrevistados com idade acima de 22 anos. Embora a pesquisa tenha descoberto essa lista surpreendente de besteiras, claro que também mapeou as coisas boas, como por exemplo o fato de que 60% dos usuários que optaram por videoconferência disseram ter tido resultados muito mais eficazes do que usando o telefone, trocando email ou mesmo conversando no escritório. Dos usuários ouvidos, 76% usam vídeo conferência para tratar de negócios.

Fonte: IDG

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone