Você participa da vida escolar do seu filho?

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone
A pesquisa Atitudes pela Educação, divulgada pelo movimento Todos pela Educação, mostrou que somente 12% dos pais acompanham o desempenho dos filhos na escola

Fi-2

A Pesquisa Atitudes pela Educação, divulgada no final de 2014, pelo movimento Todos pela Educação, mostrou que somente 12% dos pais acompanham o desempenho dos filhos na escola, comparecendo às atividades escolares, observando as faltas dos filhos, se interando sobre a proposta de ensino da escola, mantendo contato com o colégio e respeitando a opinião de crianças e jovens.

Com o ano letivo já à toda prova, com muitos colégios já realizando as primeiras provas, inclusive, é hora dos pais ficarem atentos para não repetirem os mesmos comportamentos de anos anteriores, caso tenham mantido distãncia da vida escolar de seus filhos.

Seja por falta de tempo, seja por excesso de preocupações, ou qualquer outra razão, existem papeis que, infelizmente, não dá para se delegar, como a educação dos filhos, por exemplo.

“De um modo geral, o que se nota é que os pais não estão sabendo como lidar com os filhos. Percebe-se também que os pais se esquecem de que são as principais referências das crianças, especialmente na fase da primeira infância (até por volta dos 7 anos)”, analisa Heloísa Capelas, terapeuta familiar especializada em reeducação emocional.

A especialista completa que todos nós nascemos puros e vamos constituindo nossas características de comportamento e personalidade humanas. Nossa principal referência nesse processo são nossos pais ou cuidadores e nosso aprendizado acontece por cópia e repetição.

A influência dos pais é base fundamental ao longo da formação e desenvolvimento na infância e é nessa fase que são transmitidos valores para os filhos.

“Os pais não estão sabendo ensinar valores e, como mostra essa pesquisa, isso envolve valorizar a educação, envolve como será o relacionamento das crianças com os próprios pais e professores. A partir do momento que não acompanho, não me interesso pelo comportamento do meu filho na escola, ele também não vai se importar”.

As crianças são espelhos dos pais e os amam de maneira incondicional. “O poder que temos de influência em nossos filhos é maior que qualquer pessoa, maior que a babá, maior que os professores, maior que os avós, mas não sabendo disso, abrimos mão ou delegamos papeis importantes para a formação deles”, explica Heloísa.

FONTE: Todos Pela Educação  http://www.todospelaeducacao.org.br/educacao-na-midia/indice/33037/voce-participa-da-vida-escolar-do-seu-filho/

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone