Um serviço essencial à vida

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

saneamento

A Agenda 2020 tem sua atuação baseada em dezenas de indicadores em diversos temas do seu Planejamento Estratégico. Medir é fundamental para gerir com eficiência. Os números coletados por voluntários da Agenda 2020, refletem informações de vários cenários, mas os dados de saneamento básico do Rio Grande do Sul são lamentáveis.

Aproximadamente 15% de coleta e tratamento de esgoto no Estado, enquanto que o mínimo sugerido pela ONU é de 75%. São níveis críticos de subdesenvolvimento.

Esgoto tratado é saúde, que é essencial à vida. É ponto de honra de sociedades desenvolvidas. O retorno do investimento é garantido e principalmente  é imediato. Cada real investido economiza para a saúde pública cerca de quatro reais, poupando o Estado de curar/tratar doenças resultantes de esgotos a céu aberto e água de má qualidade.

Faz poucos dias que assumi a presidência do Conselho de Administração da Polo RS – Agência de Desenvolvimento, entidade responsável pela secretaria executiva da Agenda 2020, mas já é o tempo mais do que suficiente para ter a clareza do futuro do Rio Grande do Sul a persistirem os atuais cenários. Previdência, investimentos, educação, saúde e gestão pedem soluções urgentes, de curto, médio e longo prazo.

É nossa missão mostrar esses números a toda sociedade gaúcha. Alertar autoridades, políticos, gestores públicos e a comunidade para a realidade da situação atual e sugerir propostas para um futuro melhor. É o que faremos nas próximas semanas.

Humberto César Busnello, presidente do conselho de administração da Polo RS – Agência de Desenvolvimento/Publicado originalmente no Jornal do Comércio.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone