Uma bela homenagem a gaúchos com trajetórias de sucesso

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Um dos homenageados pelo PGQP, Anton Karl Biedermann, voluntário da Agenda 2020 e conselheiro da Polo RS-Agência de Desenvolvimento

Em 2012, o Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) celebra 20 anos atuando na promoção da competitividade para melhoria da qualidade de vida das pessoas, através da busca da excelência em gestão com foco na sustentabilidade. Para marcar a data, o PGQP integra às ações de comemoração da sua história o lançamento de um projeto inédito de homenagens a personalidades que trabalharam com qualidade, competência e inovação nas últimas duas décadas nos diversos segmentos que sustentam os eixos conceituais da sustentabilidade no Rio Grande do Sul. Previsto para outubro, será lançado o livro “Vidas de Qualidade – Trajetórias de Sucesso nos 20 Anos do PGQP”. Para democratizar o acesso ao projeto, serão realizadas exposições itinerantes com 27 pôsteres contendo a imagem e o resumo da história de vida dos homenageados. A primeira exposição está prevista para acontecer em novembro deste ano. “Aceitamos o desafio de reunir em um projeto inédito trajetórias de sucesso que estão em sintonia com a missão do PGQP. As contribuições que estas personalidades deram ao Estado se somam às nossas conquistas para melhorar a vida dos cidadãos. Este projeto é um reconhecimento público do PGQP para estas pessoas e um registro do nosso empenho para o desenvolvimento sustentável do Rio Grande do Sul”, afirma o coordenador executivo do PGQP, Luiz Pierry.

A obra irá destacar a trajetória pessoal e profissional de 27 pessoas, a partir de categorias que representam as principais dimensões da vida na comunidade gaúcha – social, econômica, cultural e institucional. Além disso, reunirá fatos marcantes da história do mundo, do Brasil e do PGQP de 1992 a 2011. Escrito por Luís Augusto Fischer e fotos de Eurico Sallis, o livro foi elaborado sob a curadoria do diretor do Instituto Gerdau, José Paulo Soares Martins e coordenação geral do jornalista Marcello Beltrand. “O Rio Grande do Sul tem diversas características pioneiras e inovadoras que são referências no Brasil, entre elas o envolvimento ímpar no voluntariado e a mobilização para a gestão e inovação. Nossa sociedade é feita de heróis, ícones enquanto lideranças, com façanhas que servem de modelo a toda terra. Aqui, temos iniciativas avançadas em outros segmentos, apesar da retração econômica atual”, ressalta Martins, curador do projeto.

OS HOMENAGEADOS

Para a escolha dos homenageados, a equipe responsável pelo livro definiu as categorias e convidou para reuniões de trabalho representantes da sociedade, com atuação relevante em cada uma das áreas. Todos os convidados atuaram voluntariamente, integrando um Comitê Externo de Avaliação, independente,  cuja finalidade foi selecionar de maneira soberana os homenageados.

As seguintes personalidades foram eleitas pelo Comitê: o neurocientista e pesquisador Iván Izquierdo e o cientista político Hélgio Trindade na categoria Academia; o pintor Iberê Camargo (in memoriam) e o diretor de artes cênicas Luciano Alabarse na categoria Arte; o presidente do Conselho de Administração do Grupo RBS, Nelson Sirotsky, e o jornalista ex-diretor-geral da Rede Bandeirantes Ubirajara Leme Valdez (in memoriam) na categoria Comunicação; a professora doutora em Teoria Literária Tania Rösing e o escritor e cronista Luis Fernando Veríssimo na categoria Cultura; o ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza (in memoriam) e a educadora fundadora do Grupo de Estudos sobre Ensino de Matemática de Porto Alegre (GEMPA), Esther Grossi na categoria Educação; o médico e educador físico que integrou o Conselho Nacional de Desportos Henrique Licht e o treinador de futebol Luiz Felipe Scolari na categoria Esporte; o presidente da Randon Participações SA, Raul Randon, e o diretor presidente das Lojas Renner, José Galló, na categoria Economia e Empreendedorismo; o sócio-fundador da Altus, Teikon e HT Micron, Ricardo Felizzola, e o fundador do Grupo Coester, Oskar Coester, na categoria Inovação; o diretor da Abes-RS (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental), Paulo Renato Paim, e o assessor de grupos de reciclagem Roque Spies na categoria Meio Ambiente; o presidente do Conselho Superior da Federasul e da Associação Comercial de Porto Alegre Anton Karl Biedermann e o ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral Paulo Brossard na categoria Político-institucional; a presidente da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e responsável pelo programa “Vida Urgente”, Diza Gonzaga, e o presidente da Linck SA idealizador do Projeto Pescar, Geraldo Linck (in memoriam) na categoria Responsabilidade social; o médico ex-secretário estadual da Saúde Germano Bonow e o médico José Camargo, protagonista do primeiro transplante de pulmão na América Latina, na categoria Saúde; o presidente do Inmetro, João Alziro Herz da Jornada, e o sócio-fundador da Altus Luiz Gerbase na categoria Tecnologia. Além das 13 categorias definidas, a coordenação geral do projeto homenageará Jorge Gerdau Johannpeter, na categoria Especial. O nome do empresário foi indicado em mais de cinco categorias originais. Esta segmentação foi criada para evitar a premiação repetida, permitindo que mais personalidades pudessem ser reconhecidas.

O livro “Vidas de Qualidade – Trajetórias de Sucesso nos 20 Anos do PGQP” é uma realização do PGQP que foi possível mediante a adesão de importantes empresas e entidades que acreditaram na ideia e no legado que a publicação representará para a sociedade gaúcha. O projeto conta com patrocínio do Hospital Moinhos, SESI, SENAI e Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Como apoiadores da iniciativa, figuram Gerdau, Rede Ipiranga, RGE, Laboratórios Weinmann, Braskem, Celulose Riograndense, AGCO e Todeschini.

O Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) tem a missão de promover a competitividade sustentável do Rio Grande do Sul para melhoria da qualidade de vida das pessoas através da busca da excelência em gestão. Criado em 1992, o PGQP tem como presidente do Conselho Superior Jorge Gerdau Johannpeter e do Conselho Diretor Ricardo Felizzola. Considerado referência internacional, por sua disseminação e capacidade de mobilização, o PGQP soma mais de 1,3 milhão de pessoas envolvidas, com adesão de mais de 9,7 mil organizações associadas e uma rede de 80 comitês setoriais e regionais, permeando o estado do Rio Grande do Sul e diversos setores da economia gaúcha, com a capacitação de mais de 250 mil pessoas nos fundamentos da qualidade.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone