Reinvenção da cidade

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Sempre mostro aqui como a tecnologia consegue reinventar as relações em uma cidade. Uma ideia começou, nesta semana, no Brasil, e, se der certo, as cidades terão uma convivência melhor e, ainda por cima, as pessoas vão economizar dinheiro. É um banco do tempo.

Funciona assim: alguém presta um serviço gratuitamente. Por exemplo, cuidar do filho do vizinho. Registra esse serviço nesse banco do tempo e ganha um crédito: assim, vai requisitar um atendimento odontológico do dentista que, por sua vez, tinha recebido a ajuda gratuita de um marceneiro.

Ou seja, é um escambo de serviços adaptado à era das redes sociais.

Muita gente aqui vai dizer que não funciona, que vai ter fraude. Com certa razão. Mas a boa cidade é aquela em que as pessoas sabem colaborar com seus talentos.

Temos de pensar grande se quisermos viver numa cidade civilizada.

Fonte: Gilberto Dimenstein / Folha de S.Paulo

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone