O papel do empresariado na área de responsabilidade Social

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

 

Convido todos para uma reflexão sobre a contribuição de cada membro da sociedade em prol da causa da diminuição da fome e da transformação das realidades sociais. Ao compararmos com tempos anteriores concluiremos que a realidade atual do engajamento nas questões sociais mais prementes é bastante diferente e promissora. Não apenas a sociedade civil e os poderes públicos são atuantes em melhorar a realidade vigente, mas é com grata satisfação que comprovamos o crescimento significativo da adesão dos empresários. Neste sentido, os esforços que vêm sendo empreendidos pela FIERGS no estado do Rio Grande do Sul, e pelas próprias empresas privadas, são de extrema importância e representam uma grande diferença para a mudança.

O empresário verdadeiramente engajado e comprometido entende, legitimamente, que a sua atuação não é meramente uma formalidade empresarial em Marketing de Responsabilidade Social. Muito pelo contrário, esta classe está convicta de que o seu papel, enquanto agente de transformação social, é de fundamental importância, e efetivamente realiza suas ações em benefício do bem do próximo e da sustentabilidade de todos.

Este perfil de empresário está em ascensão, é bem verdade. Porém, é nosso dever, enquanto membros atuantes em prol da cidadania, fazer um chamamento aos amigos empresários que ainda não aderiram inteiramente à causa. Participem, doando sua cota de atenção, esforços e recursos para mudarmos a realidade social brasileira. Façam uso dos benefícios fiscais legais à disposição das nossas organizações, e realizem ações eficazes de transformação. O Conselho de Cidadania da FIERGS, a rede de Bancos de Alimentos do RS e a Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais são parceiras de todas as iniciativas que primem pelos objetivos nobres, pela transparência e pela boa gestão na área de Responsabilidade Social.

Dessa forma, convocamos o empresariado para que amplie a sua participação em ações sociais, reiterando para isso o nosso apoio e entusiasmo irrestritos. Lembramos que não é uma questão de recursos, e sim de disposição, de atitude e de querer de fazer!

Autor: Jorge Luiz Buneder que é Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Banco de Alimentos e  Coordenador do Conselho de Cidadania da FIERGS. É também Diretor Presidente da STEMAC S/A Grupos Geradores.

Fonte: Revista Fazer Bem.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone