Os caminhos de Chopin

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Monumento a Chopin no Parque Wilanów 

O turismo cultural, segmento que estava praticamente desassistido em Porto Alegre, tornou-se realidade graças à iniciativa do Instituto de Arte e Humanismo, mais conhecido como StudioClio. Este Instituto desenvolve uma série de atividades concernentes ao conjunto de conhecimentos e valores da cultura tradicional de determinados grupos humanos. Considero de alta relevância as viagens culturais, guiadas por especialistas na matéria. Nos últimos meses foram realizadas visitas à Grécia e à China.

Um novo programa, dedicado aos apreciadores da obra de Chopin, com partida programada para 20 de abril, irá percorrer as principais cidades da Polônia e da França, palco de momentos determinantes na vida deste compositor.

A partir de Porto Alegre, os viajantes chegarão à Polônia, berço de Fryderyk Chopin. A primeira cidade a ser visitada será Varsóvia, já no início da bela e colorida primavera européia. Os participantes irão seguir os passos do compositor durante sua infância e juventude, ao visitar a vila de Zelazowa Wola e conhecerão a casa onde nasceu o compositor. Ainda em Varsóvia, serão visitados treze pontos relacionados com Chopin. Como exemplo, citamos um passeio pela Krakowskie Przedmie, local que reúne a maior parte do patrimônio chopiniano, como o Salonik Chopinów (apartamento da família Chopin) e a Poczta Saska – Posto Saxão de onde partiam diligências com o correio e passageiros. Foi deste local, após o Levante de Novembro de 1830, que Chopin partiu, aos vinte anos, para a Europa Ocidental.

O segundo dia em Varsóvia está reservado para visitar um belo parque, construído no final do século XVIII pelo último monarca polonês. Lá se encontra o Monumento de Chopin (Pomnik Chopina), cuja foto ilustra a abertura desta matéria. O grupo também irá conhecer, em Varsóvia, o Museu Chopin, reinaugurado em março de 2010 para as celebrações do bicentenário do compositor e o Castelo Real.

Este prédio, que serviu de residência aos reis poloneses, foi construído nos estilos renascentista e barroco. Entre suas grandes atrações estão as pinturas de Giovanni Antonio Canal, mais conhecido como Canaletto.

O último dia em Varsóvia convida a uma reflexão histórica, já que os participantes passearão pelas ruas que formaram o antigo gueto e visitarão o Museu do Levante de Varsóvia. Neste local se mergulha na história dos 63 dias do ano de 1944, quando guerrilheiros do gueto enfrentaram com denodo as tropas de ocupação do exército alemão.

No oitavo dia da viagem, os participantes irão de trem para a cidade real de Cracóvia. Entre as atrações, visita ao mercado da Cidade Velha, Castelo Real de Wawel, bem como deslocamento até Zakopane, onde ao pé dos montes Tatra se vislumbra uma das mais belas paisagens da Polônia. Após um dia livre em Cracóvia, o grupo irá se deslocar para Paris, onde Chopin viveu seus últimos vinte anos.

A Paris de Chopin – o tour irá seguir os passos de Chopin pela capital francesa. No programa matutino estão previstas visitas às principais salas de concertos, onde ele costumava se apresentar, bem como ao tradicional Hôtel Lambert, onde se reunia a resistência polonesa, organizada pelo príncipe Adam Czartoryski. À tarde visita ao Musée de La Vie Romantique, que guarda lembranças da escritora George Sand, amante do compositor.

Uma agradável viagem de ônibus levará o grupo até a província do Berry. Lá está localizado o castelo de Nohant, onde viveu George Sand. Chopin passou nove verões neste local, onde escreveu grande parte de seu repertório. No retorno à Paris está prevista uma pequena parada em Chartres, famosa por sua catedral.

O final do programa será dedicado aos locais relacionados aos últimos anos de Chopin. Será visitada a residência de numero doze da Place Vendôme, última morada do compositor, a Igreja da Madeleine e o Cemitério Père Lachaise.

À noite o grupo se desloca para o aeroporto e embarca para o Brasil.

Este roteiro reserva aos participantes o melhor da programação musical de Varsóvia, Cracóvia e Paris, já que o grupo terá como guia o pianista Tiago Halewicz, profundo conhecedor da Polônia, pois lá viveu alguns anos para complementar seus estudos de piano na Academia de Música de Varsóvia.

Fiz questão de transcrever, para nossos leitores grande parte do programa, para que tenham uma idéia do rico conteúdo de uma viagem de turismo cultural. Uma das maiores vantagens é a interatividade do grupo, pois todos já embarcam unidos em torno de um objetivo bem definido. Aos interessados, recomendo acessar o site do Studio Clio – www.studioclio.com.br

 Monumento a Chopin no Parque da Redenção

Clique aqui para escutar Polonaise e Valsa de Chopin, interpretados por orquestra. A apresentação é enriquecida por belas paisagens da Polônia.

torelly@polors.com.br

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone