Criar e educar filhos

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Estamos no limiar de um novo ano letivo, e as escolas já estão aquecendo as turbinas para a chegada dos alunos, que estão retornando reenergizados das férias, vibrando com o reencontro com os colegas.

Eu sei – e é normal – que passa um frio na barriga pensar em encarar uma nova turma. Todos temos certo grau de receio do que desconhecemos. A gente não sabe como vai ser recebido, e todos – alunos e professores – buscam ser aceitos no grupo. Esta é, na verdade, a grande missão da escola: a sociabilização, ainda mais hoje em dia, quando o número de filhos decresceu.

Pois bem, criar e educar filhos inclui também o ritual de levá-los à escola, bastante cedo até, na educação infantil, para se familiarizarem com o ambiente escolar e aprenderem a se relacionar com outras crianças. É um momento extremamente importante para a criança poder processar sem traumas este momento inicial da escolaridade, sentir-se segura e apoiada nesta ruptura com o ambiente familiar.

E os pais precisam aprender que é preciso ser parceiro e que família e escola são territórios aliados e não adversários. Talvez seja este o grande desafio hoje em dia quando se assiste a agressões à autoridade do professor, que precisa ser restaurada a qualquer preço, sob pena de regredirmos em termos de civilização.

Fico preocupado quando se transfere unicamente ao professor a responsabilidade de tornar a aula interessante para ganhar a atenção do aluno. Professor não é fornecedor, e aluno não é cliente. Professor é educador, e aluno é educando. Criar e educar filhos é tarefa primordial dos pais e não pode ser terceirizada. E a função do professor é ensinar.

Estamos com dificuldades neste campo, porque inibimos sistematicamente o exercício da autoridade e não há processo educacional sem ela.

_____________________________________________________________________________________

Autor: Osvino Toillier que é Presidente do Sinepe/RS.

Artigo originalmente publicado no jornal Zero Hora.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone